Numa dada esquina campineira, bem no coração do Cambuí, o flaneur pode estampar-se no bar do Manoel, o Juema.
Isto é, se tiver sorte.


PANO_20131027_142459[1]

(Clicar na panorâmica, de modo a obter melhores resultados. Até uma garrafita Tanqueray o homem tem. Coisa mais linda. O galhardete do Glorioso também lá está, claro.)


§467 · October 27, 2013 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , , , ,


IMG_20131027_124736[1]

§464 · October 27, 2013 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , ,


Lewis Allan “Lou” Reed

(2 de Março, 1942 – 27 de Outubro, 2013)






Tinha eu 12/13/14 anos de idade, ainda eu não sabia quem era Lou Reed, muito menos quem tinham sido os Velvet Underground, e durante semanas a fio esta era a última coisa que eu escutava bem no finalzinho dos meus dias. Assim que me enfiava na cama, gritava um boa-noite para a minha mãe no quarto ao lado, e toca de fazer play na k7 do Transformer. Essa k7 tinha chegado lá a casa por via do melómano do meu padrasto, que nunca mais a conseguiu resgatar da minha mesinha de cabeceira. Esses adormeceres marcaram a minha vida para sempre.
Mais tarde, de facto, vieram os Velvet Underground. E, do alto do meu preconceito, nunca mais Lou Reed conseguiu sobreviver aos Velvet… Se bem me lembro, abri uma exceção no início dos 90 com o álbum Magic and Loss, que consumi intensamente (o qual tive o prazer de assistir ao vivo no Coliseu de Lisboa), e pouco mais. Tinha idade para ser meu pai, nasceu no mesmo ano que a minha mãe, deixa muito órfão para trás. RIP.

§457 · October 27, 2013 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , ,


Quando o dia nasce…

DSC_2873

  • /
Update Required
To play the media you will need to either update your browser to a recent version or update your Flash plugin.


… e quando a noite nasce.

DSC_2867

  • /
Update Required
To play the media you will need to either update your browser to a recent version or update your Flash plugin.


§412 · October 25, 2013 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , , ,


ExCBGB

§406 · October 23, 2013 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , , , ,


Ao fim de oito meses e algumas semanas chegou a vez de sonhar com os velhos e velhas de Campo de Ourique. Cambaleantes, aprumadas, cheias de laca, ou desleixados, porque semi-abandonados, todos eles à torreira do sol, implacável, como só ele sabe ser em certas artérias de Campo de Ourique. Mas também no fresco bom da Aloma. Apareceram-me todos de enfiada, lá pelas 4 da manhã, atrás do balcão, na calçada ou, especados, hesitantes, à porta de um qualquer prédio. Os velhos de Campo de Ourique ou estão a cambalear ou a entrar em um qualquer prédio.
São muitos anos. São muitos velhos. Não perguntam por mim. E eu não pergunto por eles. Encontramo-nos por aí, assim, deste modo, no silêncio da noite.

§402 · October 11, 2013 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , ,


ALT_caricatura_2


Se estivesse vivo, e eu soubesse ao certo o ano em que nasceu, o meu avô materno estaria completando, muito provavelmente, os mesmos anos que a nossa* jovem República. Parece-me apropriado então aproveitar este dia para divulgar um projeto pessoal que me ocupa, intermitente, há já alguns anos. Uma biografia, a memória possível, do meu avô, António Lepierre Tinoco. Beirão, fascista, “camisa-azul”, opositor a Salazar, jornalista. Pai de minha mãe, que nunca perfilhou. Os nossos caminhos nunca se cruzaram até eu dar início a este projeto. A partir de hoje, não se apartam mais.

http://www.carlosvieirareis.com/alt/



Caramba!, primeiro update: descubro agora na net um site que lhe atribui a nascença em 1913… Ou seja, 100 anos, faria este ano.


* Após 8 meses de aqui estar este “nossa” parece cada vez mais fazer menos sentido…

§396 · October 5, 2013 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , , ,


ALT_caricatura_2

§391 · October 3, 2013 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , , ,