1 revolução
1 vida
1 avião
1 mala cheia de malas
1 hemisfério
1 continente
1 país
1 cidade
1 bairro
1 árvore entre mil
1 céu raiado de relâmpagos
1 cpf
1 cnpj
1 rne
1 cnh
1 picada, outra, e outra, e mais outra…
1 coceira danada
1 calor dos diabos
1 ou mais duchas por dia
1 regresso à casa
1 regresso a casa
1 violência danada
1 coração imenso
1 pulmão dos diabos
1 +1+1+1 nem sempre igual a 4
1 dia é assim, outro é assado
1 açaí na tijela aos domingos à tarde
1 pizza de alcachofra, tomate fresco e pimenta-rosa
1 Original fresquinha
1 charuto Dannemann
1 isopor para manter as brejas fresquinhas
1 galera de amigos (!!!)
1 vai-e-vem de bons e velhos amigos (coisa boa!)
1 jardim com grama, árvores, pássaros e flores magníficas
1 jogo de badminton ao cair do dia
1 (ou dois) gin tónico
1 colégio
1 universidade
1 programa de rádio
1 regresso à imprensa escrita
1 ano sem televisão
1 shopping entre tantos
1 carro 1.8 caixa automática (dez anos em cima, mais dez no horizonte)
1 estrada direta ao Rio de Janeiro
1 “família” sempre disposta receber-me, a mim e à minha marra
1 vizinho pouco recomendável
1 vizinho insuportável
1 carrada de livros por ler
1 facebook cada vez mais insuficiente
1 céu estrelado
1 Cruzeiro do Sul
1 conversa amena
1 sonho aqui e ali


Venha mais 1!

§599 · January 29, 2014 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , ,




SPIP-111385


Nem de propósito. No mesmo dia em que o rei Eusébio fecha os olhos, outro grande jogador decide respirar pela última vez. A mim, e lembrando todo o triste espetáculo que se desenrola neste momento (e alguma vez parou?) em Portugal, só me apetece gritar: «Ainda bem que a grandeza dos homens não se mede pelo número de dias de luto!».


http://www.lemonde.fr/sport/article/2014/01/06/l-ex-footballeur-mustapha-zitouni-est-mort_4343405_3242.html

§573 · January 6, 2014 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , , ,


Soccer - World Cup England 1966


Depois, a somar, é inevitável, vem esta fotografia. E tudo o que ela, sem querer, certamente, representa. Anos de chumbo. Tudo a preto e branco. Até (sacrilégio!) as cores berrantes do Glorioso. Sujeição. Submissão. Antropometria dos costumes. Exposição do Mundo Português. “Fado”. Portugal no seu pior. Porque Eusébio foi esse Portugal. Porque Eusébio foi o que esse Portugal deixou que Eusébio fosse. Isso é terrível. Como terrível é persistir essa memória de um Portugal-Benfica que tudo ganhava, singelamente, na miséria de quem se basta. Terrível mesmo, pelo menos para este sócio, essa simbiose de Portugal com o Benfica. Porque, como qualquer sócio bem sabe, o Benfica é maior que Portugal. E é (deveria ser) o Benfica quem sofre hoje, com a sua perda. Mas hoje, e nos próximos dias, com a sua morte, a avalanche de reportagens, de choros, de diretos, o Cavaco já falou?, de memórias várias, é esse Portugal que vão desenterrar. Não será do Benfica que se vai falar (e logo no funeral d’O jogador benfiquista!), mas antes desse passado que persiste. Não será o Benfica sequer (mas como, com esta direção…; basta olhar para os primeiros comunicados já emitidos pelo clube) quem resgatará essa glória vermelha. Que morra mil vezes Eusébio, se com isso morresse esse Portugal. Não será assim. Eusébio, morreste em vão. Ficará, como sempre, mais não conseguimos, a memória. Triste.


Update: até o Esteves Cardoso considera a tua morte uma tragédia. O Portugal do balofo não é, decididamente, o meu. Pode ter sido o teu, caro Eusébio, mas, graças a Deus, não é o meu.

§544 · January 5, 2014 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , , , ,


166933_2418415229688_1692641995_n


O Rei morreu. Acordo com a notícia de Eusébio is no more. Pantera Negra vs. Kocsis-Czibor-Puskás. Benfica europeu all over. Alma lusa (mozambican freestyle), colheita de 66. Por tudo, RIP Eusébio da Silva Ferreira.

§539 · January 5, 2014 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , , , ,


14

Cruyff14

§536 · January 1, 2014 · Uncategorized · (No comments) ·