Só conseguiu ser verdadeira, mesmo, em dois únicos momentos.


1. Quando afirmou que não ia tolerar mais desacatos, mais baderna, mais depredação. Não percebeu portanto que a verdadeira violência não é a do finalzinho das passeatas, mas antes a do Estado, a do status quo segregacionista, a das máfias instaladas, a da corrupção generalizada…
2. Quando exigiu (pior, ela pediu exigindo) que o Brasil baixe as orelhas e seja bom anfitrião em 2014. Não percebeu portanto que o quotidiano dos brasileiros é infinitamente mais importante que uma cerimónia (à falta de melhor termo) organizada pela FIFA.


Exigia-se que fosse verdadeira, mesmo, o tempo todo. Não o foi. Falhou redondamente. Certamente muitos acharão que esteve bem e aceitarão de bom grado o migué. Uma coisa é certa, o Brasil continuará a seguir no bom rumo (não estou, mesmo, a ser irónico) e a Copa será um sucesso, mas enfim… Amanhã é outro dia.

§181 · June 21, 2013 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , ,


Dilma falou. Durante 10 minutos. Um migué longo demais…

§177 · June 21, 2013 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , ,


O silêncio vindo de cima está ficando ensurdecedor. As suas palavras do outro dia (que até foram sensatas) ruiram ontem, com as ruas tomadas (será mesmo?) pela direita. Seus imensos ex-apoiantes, a “esquerda” desapontada, deitaram-se ontem à noite na maior das angústias. Hoje seria um bom dia para a senhora vestir uma camiseta, não precisa ser uma camiseta vermelha do PT, mas algo mais leve, algo menos Merckel, e falar ao país. Porque, pode acreditar, há muita gente desapontada e angustiada, mas há muito mais (mas muito mais mesmo) gente com medo. Se nem os protestantes sabem bem o que querem (esta frase tem de começar a desaparecer desta discussão…), isto é, se nem os protestantes se dão conta de que a verdadeira «violência em seu sentido mais radical está na multiplicidade, na pluralidade, na diversidade de modos de pensar» (Marcos Beccari, aqui), imagine a senhora o que não pensarão, sentirão, imaginarão, os que não protestam, os que nem concebem a rua, nem a rede social, nem o human mic… Deveria falar para esses acima de tudo. Prove que Boaventura Sousa Santos está certo e que a senhora acordou. O país agradeceria.

§164 · June 21, 2013 · Uncategorized · (No comments) · Tags: , ,